Aposentadoria para idosos quem nunca contribuiu. Veja como

Você sabia que quem nunca contribuiu com a Previdência Social pode solicitar o pedido de aposentadoria? Isso mesmo. Essa regra vale, basicamente, para idosos com idade mínima de 65 anos e pessoas com deficiência, seja ela, física, mental, sensorial ou intelectual, que possuem baixa renda. Essa aposentadoria é dada pelo Benefício de Prestação Continuada – BPC.

Para receber o benefício o idoso ou deficiente deve possuir renda familiar de até um quarto do salário mínimo, que equivale a R$ 249,50. A conta matemática que chega a esse percentual é bastante simples, basta somar o salário mensal de cada pessoa da família e dividir pelo número de pessoas da casa. Caso o valor seja menor que o mencionado acima, você se encaixa no perfil da renda.

O calculo é feito com todas as pessoas que moram na casa, tais como pais, madrasta ou padrasto, filhos, enteados e enteadas, irmãos solteiros e menores com tutela. O valor do benefício é de um salário mínimo – R$ 998,00.

Para pedir o benefício é necessário possuir inscrição no Cadastro de Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico. Você deve agendar o atendimento no site do INSS ou pelo telefone 135. Lá será realizado o registro do requerimento no sistema do INSS. As pessoas com deficiência passam, ainda, por uma perícia médica.

Os documentos necessários para realizar o pedido são: documento de identidade, CPF, formulário de requerimento e composição familiar.

Vale lembrar que o idoso ou deficiente pode deixar de receber o benefício. Mas, por que isso acontece? A perda do benefício pode ocorrer devido a dois fatores.

1.    Caso a deficiência deixe de causar impedimentos para realizar atividades de subsistência.

2.    Caso a renda familiar aumente.

3.    Caso pessoas que já recebem o beneficio não possua inscrição no CadÚnico.

O BPC não é permanente.

Veja outros posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *